The Most Powerful Business Model – Social Entrepreneurship

As razões pelas quais não podemos ignorar o empreendedorismo social.

O Empreendedorismo Social está rapidamente se tornando o modelo de negócios mais poderoso do século XXI. É um processo emocionante pelo qual indivíduos apaixonados e ambiciosos constroem ou transformam um negócio para fornecer soluções inovadoras para problemas sociais como pobreza, desnutrição, analfabetismo, ar e água limpos e assistência médica.

O mundo de hoje é atormentado por provavelmente mais problemas do que nunca na história. Enfrentamos desafios como nunca antes e a lista de “a fazer” é enorme e crescente. O empreendedorismo social é um fenômeno relativamente novo que opera em áreas onde as estruturas tradicionais de apoio sem fins lucrativos e governamentais não foram bem-sucedidas.

Empreendedores Sociais são pessoas comuns que encontram soluções inovadoras para os problemas sociais da sociedade. Eles usam modelos empresariais tradicionais para trazer benefícios sociais ou comunitários. Os empreendedores sociais geralmente têm uma experiência pessoal da necessidade que estão abordando e, como tal, estão em uma posição única para enfrentar alguns de nossos desafios sociais mais prementes. Eles são apaixonados, motivados e comprometidos.

O reconhecimento de Simon McKeon como australiano do ano de 2011 trouxe o termo “Empreendedor Social” na conversa nacional. Da campanha presidencial de Barack Obama às organizações de base, o conceito de empreendedorismo social tem recebido muita atenção nos últimos tempos. Tem sido apontado por muitos como o meio de trazer uma mudança real e duradoura para um mundo quebrado e ferido. Embora Empreendedor Social e Empreendedorismo Social sejam termos relativamente novos, exemplos são encontrados ao longo da história. Sempre existiram, mas no passado eram chamados de visionários, humanitários, missionários, filantropos, reformadores, santos ou simplesmente grandes líderes. Foi dada atenção à sua coragem, compaixão e grande visão, mas raramente aos aspectos práticos de suas realizações. As crianças aprendem que Florence Nightingale cuidou de soldados feridos, mas não que ela construiu a primeira escola profissional para enfermeiras e revolucionou o sistema hospitalar.

Assim como os empreendedores mudam a face dos negócios, os empreendedores sociais atuam como agentes de mudança para a sociedade, aproveitando as oportunidades que outros perdem e melhorando os sistemas, inventando novas abordagens e criando soluções para mudar a sociedade para melhor. Enquanto um empreendedor de negócios pode criar indústrias inteiramente novas, um empreendedor social apresenta novas soluções para problemas sociais e as implementa.

Mas enquanto eles podem ler a partir de uma linha de fundo diferente, os empreendedores sociais e de negócios têm muito em comum. Eles constroem algo do nada. Eles são ambiciosos para alcançar. Eles mobilizam recursos – às vezes dos lugares mais improváveis ​​- para atender às suas necessidades. Eles são constantemente criativos. E eles não têm medo de errar.

Na verdade, essa nova iniciativa fez com que os principais formuladores de políticas do mundo previssem que ela não apenas se tornaria a plataforma mais objetiva e lucrativa do nosso tempo, mas também uma mudança revolucionária no pensamento e no planejamento para uma melhoria global sustentável.

Responsabilidade Social+Estratégias Empreendedoras = Grande Mudança.

Deixe um comentário